Compartilhar:  

Contar em mondir

Visão geral da língua

Quarenta e dois em mondir O mondir clássico é uma linguagem artística, ou artlang, criada por Liu Ting-Hao (aka. Salum the conlang). É derivado de uma proto-língua chamada *Gnixwaxb, uma relexificação do Proto-Indo-Europeu (PIE), à qual ele aplicou as mudanças sonoras do indo-europeu para o latim e as línguas românicas, resultando no mondir clássico. É falado no mundo construído L’ourldĕ, no continente Nonige. O mondir clássico tem três géneros (masculino, feminino, neutro) e sete casos de substantivos. Outras línguas são formadas a partir do mondir clássico da mesma forma do que as línguas românicas a partir do latim: o battonir, o belinir, o kaisanir, o esinir e o uluinir.

Por falta de dados, só podemos contar até 100 em mondir. Por favor entre em contacto comigo se puder ajudar com esta limitação.

Lista de números em mondir

  • 1 – toga
  • 2 – kore
  • 3 – ero
  • 4 – kurba
  • 5 – rura
  • 6 – higo
  • 7 – esia
  • 8 – tosigno
  • 9 – esora
  • 10 – tora
  • 11 – tottora
  • 12 – korora
  • 13 – erora
  • 14 – kurbora
  • 15 – rurora
  • 16 – hittora
  • 17 – esittora
  • 18 – tosindora
  • 19 – esorora
  • 20 – kesira
  • 30 – kesiroun tora
  • 40 – kubra
  • 50 – kubroun tora
  • 60 – higra
  • 70 – higroun tora
  • 80 – tosira
  • 90 – tosiroun tora
  • 100 – fama

Regras de numeração do mondir

Agora que teve uma visão geral dos números mais comuns, vamos passar para as regras para escrever as dezenas, os números compostos, e porque não as centenas, os milhares e além (se for possível).

  • Os algarismos de zero a nove têm palavras específicas, a saber iesa [0], toga [1], kore [2], ero [3], kurba [4], rura [5], higo [6], esia [7], tosigno [8] e esora [9].
  • O mondir clássico segue um sistema numérico vicesimal, ou sistema de base vinte. As dezenas formam-se alternando entre o último múltiplo de vinte e o mesmo mais dez, expresso por sufixação do múltiplo de vinte com o clítico oun, significando e. Assim, temos tora [10], kesira [20], kesiroun tora [30] (20+10), kubra [40] (2*20), kubroun tora [50] (2*20+10), higra [60] (3*20), higroun tora [70] (3*20+10), tosira [80] (4*20) e tosiroun tora [90] (4*20+10).
  • Os números compostos de onze até dezanove formam-se começando pela raiz da unidade, diretamente seguida pelo fim da palavra para dez (ora): tottora [11], korora [12], erora [13], kurbora [14], rurora [15], hittora [16], esittora [17], tosindora [18] e esorora [19].
  • Os números compostos de vinte e um e acima formam-se começando com a dezena sufixada com o clítico oun (e), seguido pela unidade separada por um espaço (exemplo: kesiroun toga [21], kesiroun tosindora).
  • A palavra para cem é fama [100].

Escrever un número em palavras em mondir

Passemos à aplicação prática das regras de numeração em mondir. Consegue adivinhar como se escreve um número? Digite um número e tente formulá-lo na sua cabeça, ou porque não escrevê-lo num pedaço de papel, antes de exibir a resposta.

Livros

Brief Grammar of Classical Mondir Language Brief Grammar of Classical Mondir Language
por , editora Independently published (2020)
[Amazon.com Amazon.com, Kindle - Amazon.com Kindle - Amazon.com]

Fonte

  • Brief Grammar of Classical Mondir Language, por Ting-hao Liu (2020)

Outras línguas artísticas

Aczu śavnecze, atlanteano, atriano, ayeri, azazilúŝ, barsoomiano, brooding, chakobsa, crioulo da cintura, dai, dovahzul, d’ni, engála, giak, grayis, hen linge, hiuʦɑθ, hyliano, illitan, ithkuil, itláni, kēlen, kiitra, KiLiKi, láadan, mondir, na’vi, nìmpyèshiu, shiväisith, siinyamda, toki pona, tpaalha, trigedasleng, tüchte, va ehenív, verduriano e wardwesân.

Outras línguas suportadas

As outras línguas atualmente suportadas são muito numerosas para serem listadas aqui. Por favor selecione uma língua na lista completa das línguas suportadas.

Este site usa cookies para fins estatísticos e de publicidade. Ao utilizar este site, você aceita o uso de cookies.