Compartilhar:  

Contar em gnóma

Visão geral da língua

Quarenta e dois em gnóma O gnóma é uma língua construída (uma conlang) criada por Jessie Sams em 2016. É falada pelos Gnómonei (que significa os que sabem em grego), uma tribo de godos do século VIII enfeitiçados por uma bruxa em criaturas pacíficas que se transformam em estátua na presença de um humano. Expostos às línguas romani e turca durante séculos antes de serem abandonados a si próprios, foram basicamente libertados dos humanos.
O gnóma tem o seu próprio sistema de escrita e um alfabeto de 31 letras.

Lista de números em gnóma

  • 1 – ains
  • 2 – twai
  • 3 – θreis
  • 4 – fidwor
  • 5 – fimf
  • 6 – sais
  • 7 – sibun
  • 8 – axtau
  • 9 – niun
  • 10 – tain
  • 11 – ainlif
  • 12 – twalif
  • 13 – θreitain
  • 14 – fidwortain
  • 15 – fimftain
  • 16 – saitain
  • 17 – sibuntain
  • 18 – axtautain
  • 19 – niuntain
  • 20 – twatigju
  • 30 – θreitigju
  • 40 – fidwortigju
  • 50 – fimftigju
  • 60 – saistigju
  • 70 – sibuntigju
  • 80 – axtautigju
  • 90 – niuntigju
  • 100 – ainkunda
  • 1 000 – ainθusundi

Algarismos e números em gnóma

Os números em gnóma baseiam-se no alfabeto: a primeira letra equivale a 1 e cada letra conta a partir daí, com ligeiras variações nas formas e a adição de um ponto no meio.

Zero (0
) em gnóma (Nailá)
0
Um (1
) em gnóma (Ains)
1
Dois (2
) em gnóma (Twai)
2
Três (3
) em gnóma (θreis)
3
Quatro (4
) em gnóma (Fidwor)
4
Cinco (5
) em gnóma (Fimf)
5
Seis (6
) em gnóma (Sais)
6
Sete (7
) em gnóma (Sibun)
7
Oito (8
) em gnóma (Axtau)
8
Nove (9
) em gnóma (Niun)
9

Regras de numeração do gnóma

Agora que teve uma visão geral dos números mais comuns, vamos passar para as regras para escrever as dezenas, os números compostos, e porque não as centenas, os milhares e além (se for possível).

  • Os algarismos de zero até nove têm nomes específicos: nailá [0], ains [1], twai [2], θreis [3], fidwor [4], fimf [5], sais [6], sibun [7], axtau [8] e niun [9].
  • Onze e doze também têm nomes específicos, começando pela raiz da unidade, com o suffixo lif: ainlif [11] e twalif [12].
  • Os números de treze até dezanove formam-se começando pela unidade, diretamente seguida pela palavra para dez (tain), sem espaço: θreitain [13], fidwortain [14], fimftain [15], saitain [16], sibuntain [17], axtautain [18] e niuntain [19]. A letra s desaparece antes do t en ambos treze y dezaseis.
  • As dezenas formam-se começando pela unidade multiplicadora, diretamente seguida pela palavra tigju (grupo de dez), sem espaço, exceto para dez mesmo: tain [10], twatigju [20] (a vogal é encurtada), θreitigju [30], fidwortigju [40], fimftigju [50], saistigju [60], sibuntigju [70], axtautigju [80] e niuntigju [90]. A letra s desaparece antes do t em ambos trinta e sessenta.
  • Os números compostos formam-se começando pela unidade, diretamente seguida pela conjunção ja (e), e logo a dezena, sem espaço (exemplo: fimfjatwatigju [25], axtaujasaistigju [68]).
  • As centenas formam-se começando pela unidade multiplicadora, diretamente seguida pela palavra para cem (kunda), sem espaço: ainkunda [100], twaikunda [200], θreikunda [300], fidworkunda [400], fimfkunda [500], saiskunda [600], sibunkunda [700], axtaukunda [800] e niunkunda [900]. A letra s desaparece antes do k em ambos cem e trezentos.
  • Os milhares formam-se começando pela unidade multiplicadora, diretamente seguida pela palavra para mil (θusundi), sem espaço: ainθusundi [1 000], twaiθusundi [2 000], θreiθusundi [3 000], fidworθusundi [4 000], fimfθusundi [5 000], saiθusundi [6 000], sibunθusundi [7 000], axtauθusundi [8 000] e niunθusundi [9 000]. A letra s desaparece antes do θ en mil, três mil, e seis mil.
  • Nos grandes números compostos, a unidade vem em primeiro lugar, depois a dezena, a centena, o milhar… cada grupo sendo ligado pela conjunção ja (exemplo: twalifjatwaikunda [212], fidworjasaistigjujasibunkundajaniunθusundi [9 764]).

Fonte

Outras línguas artísticas

Aczu śavnecze, aramtescano, arodjun, atlanteano, atriano, ayeri, azazilúŝ, barsoomiano, bayën, brooding, chakobsa, crioulo da cintura, dai, dovahzul, d’ni, engála, epigeano, giak, gnóma, grayis, griomiano, hen linge, hiuʦɑθ, hyliano, illitan, ithkuil, itláni, kala, kēlen, kiitra, KiLiKi, láadan, mini, mondir, na’vi, neziba, nìmpyèshiu, santaa, shiväisith, siinyamda, toki pona, tpaalha, trigedasleng, tüchte, va ehenív, valthungiano, verduriano, wardwesân e wóxtjanato.

Outras línguas suportadas

As outras línguas atualmente suportadas são muito numerosas para serem listadas aqui. Por favor selecione uma língua na lista completa das línguas suportadas.