Compartilhar:    

Contar em wardwesân

Visão geral da língua

Quarenta e dois em wardwesân O wardwesân é uma língua imaginária falada pelo povo Ward no reino de Aghâr nos primeiro e segundo séculos depois de Zaragabal. Criado pelo francês Frédéric Werst, o wardesân é desenvolvido no seu livro Ward (1er et 2ème siècles) que constitui uma antologia das suas obras em kemazarn, a sua linguagem clássica. Este livro é bilíngue, os textos apresentam-se em francês e wardwesân. É completado por uma gramática detalhada e um dicionário.

Lista de números em wardwesân

  • 1 – ke
  • 2 – wer
  • 3 – yām
  • 4 – ber
  • 5 – akān
  • 6 – gen
  • 7 – awan
  • 8 – zena
  • 9 – dara
  • 10 – beth
  • 11 – kebeth
  • 12 – werabeth
  • 13 – yabeth
  • 14 – berabeth
  • 15 – akabeth
  • 16 – genabeth
  • 17 – awabeth
  • 18 – zenabeth
  • 19 – darabeth
  • 20 – kapht
  • 30 – yabēs
  • 40 – berbēs
  • 50 – akbēs
  • 60 – genbēs
  • 70 – awabēs
  • 80 – zenabēs
  • 90 – darabēs
  • 100 – ewān
  • 1 000 – thān
  • um milhão – tathān

Regras de numeração do wardwesân

  • Os algarismos de um a nove têm nomes específicos: ke [1] (ken em femenino), wer [2], yām [3], ber [4], akān [5], gen [6], awan [7], zena [8] e dara [9].
  • Os números de onze a dezanove formam-se prefixando a palavra para dez (beth) com a raiz do algarismo da unidade. Os números onze e de catorze a dezanove são atestados, os outros são obtidos por uma construção similar: kebeth [11], werabeth [12], yabeth [13], berabeth [14], akabeth [15], genabeth [16], awabeth [17], zenabeth [18] e darabeth [19].
  • As dezenas formam-se prefixando uma forma da palavra para dez (bēs) com a raiz do algarismo multiplicador, à exceção de dez e vinte. As únicas dezenas atestadas são dez, vinte, trinta e quarenta, as outras deduzem-se: beth [10], kapht [20], yabēs [30], berbēs [40], akbēs [50], genbēs [60], awabēs [70], zenabēs [80] e darabēs [90].
  • Os números compostos formam-se pondo a dezena, e depois o algarismo da unidade separado por um espaço (exemplo: kapht ke [21], yabēs wer [32]).
  • As centenas formam-se prefixando a palavra para cem (ewān) com a raiz do algarismo multiplicador, à exceção de cem mesmo. As únicas centenas atestadas são cem e trezentos, as outras deduzem-se: ewān [100], werewān [200], yamewān [300], berewān [400], akewān [500], genewān [600], awanewān [700], zenewān [800] e darewān [900].
  • As centenas compostas formam-se unindo a centena e a dezena ou a unidade seguinte com a conjunção ek (e): yamewān ek kebeth [311].
  • Os milhares formam-se prefixando a palavra para mil (thān) com a raiz do algarismo multiplicador, à exceção de mil e dois mil. Os únicos milhares atestados são mil, dois mil, cinco mil e dez mil, os outros deduzem-se: thān [1 000], kaphwān [2 000] (literalmente, 20 * 100), yathān [3 000], berthān [4 000], akthān [5 000], genthān [6 000], awathān [7 000], zenthān [8 000] e darthān [9 000]. Os milhares superiores formam-se da mesma maneira (exemplo: bethān [10 000], kebethān [11 000]).
  • Um milhão diz-se tathān (literalmente, 1 000 * 1 000).

Escrever un número em palavras em wardwesân

Digite um número e leia-o por extenso em wardwesân.

Livros

Ward (1<sup>er</sup> et 2<sup>ème</sup> siècles)Ward (1er et 2ème siècles)
por , editora Seuil (2011)
[Amazon.com Amazon.com, Kindle - Amazon.com Kindle - Amazon.com]

Outras línguas artísticas

Atlanteano, atriano, barsoomiano, dovahzul, d’ni, giak, hyliano, ithkuil, itláni, kēlen, kiitra, láadan, na’vi, shiväisith, trigedasleng, va ehenív e wardwesân.

Outras línguas suportadas

Línguas classificadas por famílias de línguas
As outras línguas atualmente suportadas são muito numerosas para serem listadas aqui. Por favor selecione uma língua na lista drop-down abaixo ou clique na lista completa das línguas suportadas.

Este site usa cookies para fins estatísticos e de publicidade. Ao utilizar este site, você aceita o uso de cookies.