Compartilhar:  

Contar em afrihili

Visão geral da língua

Quarenta e dois em afrihili O afrihili (El-Afrihili) é uma língua auxiliar zonal concebida em 1970 pelo historiador ganense K. A. Kumi Attobrah. O seu objectivo era ser utilizada como língua franca em toda a África. O seu nome vem de Africa e Swahili. O afrihili deriva principalmente do suaíli e do akan, a língua do Níger-Congo falada pelo seu autor no sul do Gana, mas o seu léxico cobre várias línguas africanas (incluindo o twi, o iorubá, o hauçá, o kikongo, o jola-fonyi, o isiZulu, o kinyarwanda, o malgaxe), enquanto que a sua semântica é fortemente influenciada pelo inglês, talvez devido à forte influência inglesa na escrita suaíli e akan.

Lista de números em afrihili

  • 1 – kana
  • 2 – bari
  • 3 – sade
  • 4 – hudu
  • 5 – digi
  • 6 – seta
  • 7 – fito
  • 8 – nane
  • 9 – tolu
  • 10 – du
  • 11 – dukana
  • 12 – dubari
  • 13 – dusade
  • 14 – duhudu
  • 15 – dudigi
  • 16 – duseta
  • 17 – dufito
  • 18 – dunane
  • 19 – dutolu
  • 20 – duobari
  • 30 – duosade
  • 40 – duohudu
  • 50 – duodigi
  • 60 – duoseta
  • 70 – duofito
  • 80 – duonane
  • 90 – duotolu
  • 100 – keme
  • 1 000 – kalo
  • um milhão – mili

Regras de numeração do afrihili

Agora que teve uma visão geral dos números mais comuns, vamos passar para as regras para escrever as dezenas, os números compostos, e porque não as centenas, os milhares e além (se for possível).

  • Os números de zero a nove são representados por palavras específicas de várias origens, nomeadamente sifiri [0] (do hauçá sifiri), kana [1] (do iorubá kan), bari [2] (do suaíli mbili?), sade [3] (do oromo sadii?), hudu [4] (do hauçá hudu), digi [5] (do nubio dij-), seta [6] (do hauçá shidda?), fito [7] (do malgaxe fito), nane [8] (do suaíli nane) e tolu [9].
  • As dezenas formam-se começando pela palavra para dez (du, do twi edú), diretamente seguida pela conjunção o e o algarismo multiplicador, excepto para dez mesmo: du [10], duobari [20] (10 vezes 2), duosade [30], duohudu [40], duodigi [50], duoseta [60], duofito [70], duonane [80] e duotolu [90].
  • Os números compostos formam-se começando pela dezena, seguida pela unidade separada por um espaço (exemplo: duoseta sade [63], duonane digi [85]).
  • As centenas formam-se começando pela palavra para cem (keme), diretamente seguida pela conjunção o e o algarismo multiplicador, excepto para cem mesmo: keme [100], kemeobari [200] (100 vezes 2), kemeosade [300], kemeohudu [400], kemeodigi [500], kemeoseta [600], kemeofito [700], kemeonane [800] e kemeotolu [900].
  • Quando compostas, as centenas e unidades são unidas pela conjunção na (exemplo: keme na kana [101]).
  • Os milhares formam-se começando pela palavra para mil (kalo), diretamente seguida pelo algarismo multiplicador, excepto para mil mesmo: kalo [1 000], kalobari [2 000] (1 000 vezes 2), kalosade [3 000], kalohudu [4 000], kalodigi [5 000], kaloseta [6 000], kalofito [7 000], kalonane [8 000] e kalotolu [9 000].
  • Os milhões formam-se começando pela palavra para milhão (mili), diretamente seguida pela conjunção o e o algarismo multiplicador, excepto para um milhão: mili [1 milhão], miliobari [2 milhões], miliosade [3 milhões]…

Escrever un número em palavras em afrihili

Passemos à aplicação prática das regras de numeração em afrihili. Consegue adivinhar como se escreve um número? Digite um número e tente formulá-lo na sua cabeça, ou porque não escrevê-lo num pedaço de papel, antes de exibir a resposta.

Fontes

Línguas auxiliares

Afrihili, babm, bolak, Digisk Folkspraak, esperanto, Folkspraak, globasa, glosa, guosa, idiom neutral, ido, intal, intereslavo, interlíngua, interlingue, kotava, langue nouvelle, latino sine flexione, lingua franca nova, lingwa de planeta, mondial, mondlango, pandunia, ro, romanid, slovio, solresol, sona, spokil, tutonish, universalglot, uropi e volapuque.

Outras línguas suportadas

As outras línguas atualmente suportadas são muito numerosas para serem listadas aqui. Por favor selecione uma língua na lista completa das línguas suportadas.

Este site usa cookies para fins estatísticos e de publicidade. Ao utilizar este site, você aceita o uso de cookies.