Compartilhar:  

Contar em ajaua

Visão geral da língua

Quarenta e dois em ajaua A língua ajaua o iao (chiYao) é uma língua bantu que pertence à família linguística Níger-Congo. Falada no Malawi (onde o dialeto principal é o mangochê), na Tanzânia e em Moçambique (onde os dialetos principais são o macale e o massaninga), tem cerca de 3,1 milhões de falantes.

Por falta de dados, só podemos contar até 1 000 em ajaua. Por favor entre em contacto comigo se puder ajudar com esta limitação.

Lista de números em ajaua

  • 1 – cimo
  • 2 – iwili
  • 3 – itatu
  • 4 – ncece
  • 5 – nsano
  • 6 – nsano nacimo
  • 7 – nsano nawili
  • 8 – nsano naitatu
  • 9 – nsano nancece
  • 10 – likumi
  • 11 – likumi kwisa cimo
  • 12 – likumi kwisa iwili
  • 13 – likumi kwisa itatu
  • 14 – likumi kwisa ncece
  • 15 – likumi kwisa nsano
  • 16 – likumi kwisa nsano nacimo
  • 17 – likumi kwisa nsano naiwili
  • 18 – likumi kwisa nsano naitatu
  • 19 – likumi kwisa nsano nancece
  • 20 – makumi gawili
  • 30 – makumi gatatu
  • 40 – makumi ncece
  • 50 – makumi nsano
  • 60 – makumi nsano nalimo
  • 70 – makumi nsano nagawili
  • 80 – makumi nsano nagatatu
  • 90 – makumi nsano nancece
  • 100 – licila
  • 1 000 – macila likumi

Regras de numeração do ajaua

Agora que teve uma visão geral dos números mais comuns, vamos passar para as regras para escrever as dezenas, os números compostos, e porque não as centenas, os milhares e além (se for possível).

  • Os algarismos de um até cinco têm nomes específicos. Depois, o ajaua segue um sistema numérico quinário onde os algarismos de seis até nove baseam-se em cinco: cimo [1], iwili [2], itatu [3], ncece [4], nsano [5], nsano nacimo [6] (5+1), nsano nawili [7] (5+2) (nsano naiwili quando composto), nsano naitatu [8] (5+3) e nsano nancece [9] (5+4).
  • As dezenas formam-se começando pela forma plural da palavra para dez (likumi ao singular, e makumi ao plural) e a raiz do algarismo multiplicador com o prefixo ga- de vinte ate cinquenta, uma mudança de consoante do -ci- ao -li- para sessenta, o infixo -ga- para setenta e oitenta, e outra mudança de infixo para noventa, o número dez permaneçando na forma singular sem multiplicador:likumi [10], makumi gawili [20], makumi gatatu [30], makumi ncece [40], makumi nsano [50], makumi nsano nalimo [60], makumi nsano nagawili [70], makumi nsano nagatatu [80] e makumi nsano nancece [90].
  • Os números compostos formam-se começando pela dezena, seguida pela palavra kwisa e a unidade (exemplo: likumi kwisa nsano [15], makumi gawili kwisa nsano naitatu [28]).
  • As centenas formam-se começando pela forma plural da palavra para cem (licila ao singular, e macila ao plural) e a raiz do algarismo multiplicador com o prefixo ga- para duzentos e trezentos, um padrão aditivo entre seiscentos e oitocentos (mesmo se uma forma com infix coexiste às vezes), e uma mudança de infixo para novecentos, enquanto cem fique no singular, sem multiplicador: licila [100], macila gawili [200], macila gatatu [300], macila ncece [400], macila nsano [500], macila nsano kwisa cimo [600], macila nsano kwisa gawili (ou macila nsano nagawili) [700], macila nsano kwisa gatatu (ou macila nsano nagatatu) [800] et macila nsano nancece [900].
  • Mil diz-se macila likumi [1 000], ou literalmente dez centenas.

Escrever un número em palavras em ajaua

Passemos à aplicação prática das regras de numeração em ajaua. Consegue adivinhar como se escreve um número? Digite um número e tente formulá-lo na sua cabeça, ou porque não escrevê-lo num pedaço de papel, antes de exibir a resposta.

Livros

A Numeração em Moçambique A Numeração em Moçambique
por , editora Lulu.com (2008)
[Amazon.com Amazon.com]

Fontes

  • A Numeração em Moçambique, por Paulus Gerdes

Línguas bantas

Ajaua, chona, lingala, macua, mwani, nhúngue, punu, suaíli, tsonga, tswana, xhosa e zulu.

Outras línguas suportadas

As outras línguas atualmente suportadas são muito numerosas para serem listadas aqui. Por favor selecione uma língua na lista completa das línguas suportadas.

Este site usa cookies para fins estatísticos e de publicidade. Ao utilizar este site, você aceita o uso de cookies.