Compartilhar:    

Contar em azazilúŝ

Visão geral da língua

A língua azazilúŝ foi inventada por Romain Filstroff, mais conhecido com o pseudônimo Linguisticae, para a série de TV Calls da cadena francesa Canal+, transmitida a partir de 15 de dezembro de 2017. Titular de um mestrado em lingüística histórica e indo-européia, foi inspirado por línguas semíticas das quais o akkadiano, o sumério, o hebraico e o árabe para criar esta linguagem artificial que tem oito declinações. A palavra azazilúŝ significa de/para Azazel.

Por falta de dados, só podemos contar até 19 em azazilúŝ. Por favor entre em contacto comigo se puder ajudar com esta limitação.

Lista de números em azazilúŝ

  • 1 – mus
  • 2 – dus
  • 3 – tyus
  • 4 – kudus
  • 5 – (i)gis
  • 6 – musus
  • 7 – dusus
  • 8 – tusus
  • 9 – kusus
  • 10 – (i)gzus
  • 11 – mir
  • 12 – dir
  • 13 – tir
  • 14 – kir
  • 15 – (a)gas
  • 16 – mirsu
  • 17 – dirsu
  • 18 – tirsu
  • 19 – kirsu

O sistema vigesimal

A numeração do idioma azazilúŝ usa o sistema de base 20, o vigesimal. Para o compreender, começamos com uma base mais familiar: a base decimal. Na base 10, temos dez algarismos, de zero a nove. Ao acrescentar 1 (um) a 9 (nove), obtemos 10 (dez), ou seja a unidade 1 (um) seguida por 0 (zero). Este sistema é chamado notación posicional (os algarismos representam as unidades, e a sua fila o expoente de dez). Assim, 132 descompõe-se em 100 + 30 + 2 = 1*102 + 3 *101 + 2 *100.
A base 20 utiliza dígitos de 0 a 19. A primeira dezena é vinte em decimal (2010 = 1020), a base escrevendo-se em sub-índice. A decomposição de um número de base 20 (num sistema posicional) é equivalente ao sistema decimal, só a base muda: (132)20 = 1*202 + 3 *201 + 2 *200. Se fizermos o cálculo, recuperamos o número decimal correspondente, neste caso 461.

Regras de numeração do azazilúŝ

  • Os algarismos azazilúŝ de zero até dezanove (ou nove em base 20) são: ŝus [010], mus [110], dus [210], tyus [310], kudus [410], (i)gis [510], musus [610], dusus [710], tusus [810], kusus [910], (i)gzus [1010], mir [1110], dir [1210], tir [1310], kir [1410], (a)gas [1510], mirsu [1610], dirsu [1710], tirsu [1810] e kirsu [1910].
  • Um pouco de etimologia… A palavra ŝus [0] vem do sumério buzur (mão), mas ŝus às vezes também quer dizer cinco. Podemos facilmente imaginar um punho fechado representando o zero, e uma mão aberta com os cinco dedos estendidos representando cinco. Mus [1] está relacionado aos pronomes da primeira pessoa. Dus [2], tyus [3] e kudus [4] vêm, respectivamente, dos algarismos proto-indo-europeios dwóH, tréyes e *kʷetwṓr. Língua pré-histórica eurasiática, o proto-indo-europeio é reconstruído a partir das línguas indo-européias para encontrar a raiz comum das línguas desta família.
  • Outros números também são atestados. O primeiro deles é tususdiŝúŝ [16010 ou 8020]. Reconhecemos a raiz tusus para oito, o que indicaria diŝúŝ como sufixo das dezenas (na base 20).
  • O segundo, dusvigisdiŝún [90010 ou 25020], dá-nos uma indicação sobre a formação das centenas. Reconhecemos em primeiro lugar dus para dois, vigis onde transparece a palavra para cinco, (i)gis, seguido por diŝún, o sufixo das dezenas no caso oblíquo. Assim, poderíamos ler 25020 como vinte e cinco dezenas.
  • Quanto ao terceiro, tirsutiŝún [144 00010 ou 18 00020], nos ilumina sobre a formação dos milhares na base 20. Encontramos diretamente tirsu, dezoito, e depois o sufixo tiŝún para significar mil.

Escrever un número em palavras em azazilúŝ

Digite um número e leia-o por extenso em azazilúŝ.

Fontes

Outras línguas artísticas

Atlanteano, atriano, azazilúŝ, barsoomiano, dovahzul, d’ni, giak, hyliano, ithkuil, itláni, kiitra, láadan, na’vi, shiväisith, trigedasleng, va ehenív e wardwesân.

Outras línguas suportadas

Línguas classificadas por famílias de línguas
As outras línguas atualmente suportadas são muito numerosas para serem listadas aqui. Por favor selecione uma língua na lista drop-down abaixo ou clique na lista completa das línguas suportadas.

Este site usa cookies para fins estatísticos e de publicidade. Ao utilizar este site, você aceita o uso de cookies.